Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008
A Tempestade e o Sol _ Catedral

 

Esta mensagem é dedicada ao meu primo Luciano.

Por todos os momentos bons que você guarda em seu coração.

Por todos os momentos bons que vivemos em nossa infância

Esta é uma música que você disse gostar muito

Guarde sempre as boas lembranças e saiba que nunca estamos longe de quem amamos!

Muita Paz e muito Amor em sua vida!

 

A Tempestade e o Sol _ Catedral

 

A vida é frágil e viver
É um lindo momento
Quando se sabe amar
Notar a poesia perdida
No tempo rebuscar
Num eterno acreditar
Será que o sonho acabou?
Será que o que somos se foi?
Sei que a tempestade dará seu lugar a um dia de sol...

Tenho certeza que vou te encontrar
Não sei o dia e a hora
Mas sei o lugar
Sei que você está bem
Mesmo assim
Isso não me impede de chorar

Os nossos momentos
As nossas idéias
Presente em todas as canções
O que nós sentimos
Os nossos desejos seguirão
Em nossos corações
Você foi tão cedo
A vida é um mistério
E ela não diz porque...
Mas tua semente hoje está
Presente e vai florescer...

Tenho certeza que vou te encontrar
Não sei o dia e a hora
Mas sei o lugar
Sei que você está bem
Mesmo assim
Isso não me impede de chorar



publicado por oriona às 01:17
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De trovador a 6 de Dezembro de 2008 às 16:26
Linda a música, adoro Catedral, me falta um CD dele...

Respondendo teu comentário:
Não digo que o sou, mas eu o poderia ser (o ser lírico do poema Instante de Verdade)...Não sou pq nunca desviei os olhos da verdade (ou assim penso), sempre quis a podridão das coisas sujas de debaixo do tapete ao bem-arrumado-lar.
Mas de certo modo, sou-o, pq sou o pária, sou o louco e mendigo que grita e ninguém escuta. :/

Respondi sua pergunta?


De Pedro a 7 de Dezembro de 2008 às 00:38
Olá!
Eu vinha com este mail saber se gostava de fazer uma associação entre os dois blogs, eu publicava um link para a página do seu blog e voçê publicava um link para a minha página.
Por favor responda.
Aqui está o endereço do meu blog:
http://pedroheartburst.blogspot.com/

Muito obrigado desde já.


De M.Luísa Adães a 7 de Dezembro de 2008 às 09:18
Oriona

Poema triste, mas muito bom; sensível, traduzível, fácil de analisar, dificil o teu sentir quando o escreveste, com a tua alma a sangrar e as tuas lágrimas escondidas, no íntimo do teu coração.
Te dou o melhor, pela forma como te expressas e
entras na nossa "vida interior".
beijos,

Maria Luísa


De oriona a 9 de Dezembro de 2008 às 22:58
Obrigada pelo comentário Maria Luisa, mas este poema não fui eu quem escrevi, é uma música de um grupo brasileiro chamado Catedral, muito bom por sinal. As palavras são realmente lindas. Eu o postei dedicando a meu primo Luciano que gosta muito desta música. É um pouquinho da história dele.
Beijos!


De M.Luísa Adães a 9 de Dezembro de 2008 às 14:35
ESCREVI A tROVADOR! A página não abriu, nada mais posso fazer! E assim se perdem, coisas lindas
que acabamos de escrever!
Transmite, por favor, os meus desejos de felicidades
e a minha saudade!

Beijos,

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

SPECTRUM

.Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Aprender (reaprender)

. Coração Noturno

. Feliz Ano Novo

. Deturpar

. ...

. Mestre - 27 de Outubro de...

. Espelho de tua alma

. The stories of Meden and ...

. Deus é Pai [poema] - Padr...

. Sonho

.arquivos

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Maio 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds