Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009
Sinto sua falta

 
Ah meu menino
Nunca mais as nuvens de algodão
Nunca mais
Nunca mais um momento seu de atenção
Ah meu menino
Onde estarás agora?
Meu poeta, meu músico
Os violinos cantam a ti
Cantam a dor da tua partida,
Nunca mais amigo o toque do violino será o mesmo
Nunca mais
Sinto tanto a tua falta amigo
Sinto tanto não te ter naquelas conversas
Quis Deus que eu vivesse aqui tua ausência
Quis Deus te levar antes de mim
Até quando amigo? Até quando?


publicado por oriona às 00:27
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Sonhosolitario a 29 de Dezembro de 2009 às 11:19
Olá querida e amável Oriona
Espero que tenhas tido um feliz natal na companhia dos teus restantes famaliares
E desejo-te um feliz próspero ano novo
Com toda felicidade a tua volta.
Lindo poema querida poetisa Oriona
Está um encantamento ao ler estas tuas lindas linhas

Nas partidas o meu coração
Fica em pedaços
Juntamente com os restos do meu corpo
Em ti deixo as minhas memórias
Gravadas na tua mente
Para ti sempre vou ser gente
Estarás no meu coração
Com toda paixão
Serás sempre lembrada no sonho
Não da vida,
Mas sim da imaginação…

Adorei aqui te deixo estas minha letras
Doce beijinho
Minha amável Oriona
sonhosolitario


De John Connor a 1 de Janeiro de 2010 às 22:41
Seu poema mais bonito desde que nos conhecemos. Não sabia deste amigo morto. Violino na parede... faz sentido agora. Coneguiu me tocar pela sinceridade e também pela simplicidade.

Parabéns, girl from Orion.


De daniel a 2 de Janeiro de 2010 às 18:03
É um prazer regressar ao seu blog, e ler os poemas simples e profundos brotados da sua inspiração! =)

Deixei-lhe um pequeno desafio no meu blog, com o tempo poderá responder...


(Feliz Ano Novo para si também cara amiga) =)


De Sonhosolitario a 3 de Janeiro de 2010 às 15:19
olá amiga Oriona
passei para te dizer que tens um miminho no meu cantinho.
doce beijinho
sonhosolitario


De M.Luísa Adães a 6 de Janeiro de 2010 às 15:31
oriona

Lindo o sentimento que entregas ao poema.

Até quando? Fica sem resposta, mas um dia, sem saber como, encontras todas as respostas.

Amei!

M. Luísa


De jose a 9 de Janeiro de 2010 às 17:31
olá oriona,
Passei pelo blog, Balada da Liberdade, e vim dar aqui,
Palavras nas paginas da vida, e gostei do que vi por aqui
irei voltar outras vezes.
José


Comentar post

.mais sobre mim

SPECTRUM

.Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Aprender (reaprender)

. Coração Noturno

. Feliz Ano Novo

. Deturpar

. ...

. Mestre - 27 de Outubro de...

. Espelho de tua alma

. The stories of Meden and ...

. Deus é Pai [poema] - Padr...

. Sonho

.arquivos

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Maio 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds