Sábado, 9 de Agosto de 2008
Não vá ainda...

 

 

 

 

Este é só mais um dia em que as lembranças insistem em caminhar com meus passos. 

Agora falta pouco para que o dia se transforme em noite, para que nada mais reste, apenas e tão somente as lembranças... lembranças de um passado tão bonito entre nós dois, quando caminhávamos sobre a areia da praia, ou, sem nenhum compromisso nessa cidade enorme. Lembranças dos abraços nas noites frias, das mãos que se tocavam, se uniam... do céu cheio de estrelas que víamos, da poesia de nossos olhos quando se cruzavam...

esses são tempos que nunca voltam...

 

 

08.08.2008___Oriona



publicado por oriona às 02:15
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Sonhosolitario a 9 de Agosto de 2008 às 09:32
ola amiga Oriana bom dia .minha querida poetisa que lindo poema tu nos deste,

sim não vá ainda porque me sinto só
quero-te comigo .o tempo passou rapido ,cedo demais para partires
fico com saudades de tu ainda exsistires
tempos jamais voltarão .mas tu ficaras para sempre no meu coração -
volta .volta .porque sempre me lembro de ti ..

deixo este meu pensamento muito que fez para responder ao teu poema..
um doce beijo ..feliz fim de semana
sonhosolitario


De oriona a 10 de Agosto de 2008 às 02:34
Boa noite Sonhosolitário, amei o poema que deixaste no comentário, teus pensamentos complementam o que minh'alma quer dizer.

Forte abraço e ótimo fim de semana para ti!!!


De M.Luísa Adães a 22 de Agosto de 2008 às 10:45
Oriona

"Hoje é mais um dia que as lembraças caminham a meu lado"... E depois vem a Noite majestosa e dita as suas leis - diferentes das Leis do Dia ... Mas Leis!
E olhamos as pedras da calçada, caminhamos com cuidado, de cabeça baixa e olhos bem abertos, para não caír no abismo das recordações.

Mas Elas são teimosas e procuram uma pequena abertura, para entrar.

Pequena abertura? Ou um" portal enorme aberto" para sua entrada e deleite, no sentido de afundar ...
As Lembranças, algumas delas, destroem e afundam,
"o submarino no fundo do nosso mar" que parou as máquinas e não volta a subir . Mas eu vou buscar-te,
sei nadar no fundo do mar e na próxima maré te trago, te ponho em terreno seco - "Sem Lembranças penosas". Eu juro!

Beijos,

Maria Luísa


De M.Luísa Adães a 23 de Agosto de 2008 às 12:01
Oriona
Que é feito de você? Férias? Mas os poetas ,não estão sempre de férias? Parecia-me que sim!
Mas engano-me, por vezes, depois volto ao meu normal.

Tenho dois poemas no blogs ,de dois poetas; símbolo
do estreitar os laços poéticos, sem medo de perder.
Talvez seja único nos blogs, mas eu sinto assim...

O meu, parece religioso, mas não é! Mas é de um crente "à sua maneira".

Beijos,

maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

SPECTRUM

.Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Aprender (reaprender)

. Coração Noturno

. Feliz Ano Novo

. Deturpar

. ...

. Mestre - 27 de Outubro de...

. Espelho de tua alma

. The stories of Meden and ...

. Deus é Pai [poema] - Padr...

. Sonho

.arquivos

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Maio 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds