Domingo, 21 de Setembro de 2008
Não somente ficção nesta realidade

 

 

 

   A porta entreaberta escondia a escuridão daquele quarto, ainda podia se sentir o cheiro das rosas secas pelo tempo, espalhadas por todo o chão, as paredes choravam lembranças esquecidas, rogavam um pouco de paz, esperavam como ela, o nascer de mais um dia. A vitrola já não funcionava e os discos estavam todos quebrados, ao lado da cama a estante empoeirada guardava um único exemplar de poesias.

   A tristeza não morava ao lado e ela podia ouvir o bater descompassado do seu coração.
   As dobradiças enferrujadas da porta cantavam quando o vento soprava, vagarosamente, morbidamente.
   O tempo deixara marcas incertas, incertezas, medos interiores de si mesma.
   Sobre o chão, abraçada a sua tristeza ela chorava, sozinha, num canto, num quarto de solidão.

 



publicado por oriona às 18:20
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Trovador a 21 de Setembro de 2008 às 23:31
Ahh, ma cheri, muito lindo seu texto... Causa arrepios.
Faz-nos ver o tal quarto... Imaginar o pó e ar estagnado. E ouvir o choro da pobrezinha.
://

Beijos Ma cheri!
Au revoir


De M.Luísa Adães a 23 de Setembro de 2008 às 16:49
Oriona

lindo e triste o teu poema - mas teu ... e isso, dá-lhe um significado Maior.

Hoje às 16h de Portugal, sem saber deste poema, escrevi "Solidão".

Muito diferente, mas responde à inquietação do poeta que escreve "realidades e pouca ficção".

Nessa casa que descreves tudo chora, mas se "sente o cheiro das rosas secas pelo tempo".

Dificil de passar ... Os medos, as lembranças, a falta de Paz e "Ela chora, num quarto de escuridão".
E temos de aguardar o passar do tempo,
A vinda de outro amor Maior,
A substituír um amor menor.

Lê o meu poema "Solidão".

Lindo o teu poema de realidades e sem ficção.

Beijos,

Maria Luísa ( prosa-poetica.blogs.sapo.pt) desbotado,
mas escrito com Amor ...



De M.Luísa Adães a 25 de Setembro de 2008 às 16:07
Oriona

Que se passa? Não gostou da minha "Solidão"?

Ficou com medo dela? Não a quere ver ou encontrar?
Retiro-a do blog e escondo-a? Parece que sim! Há um
sortilégio a acompanhar o que se escreve no blogs.
Eu sinto isso! Vou dar algum tempo, aguardar e quebrar o feitiço da Lua e do Luar e apresentar, apenas, - "Sonhos de encantar".

com carinho,

Maria Luísa


Comentar post

.mais sobre mim

SPECTRUM

.Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Aprender (reaprender)

. Coração Noturno

. Feliz Ano Novo

. Deturpar

. ...

. Mestre - 27 de Outubro de...

. Espelho de tua alma

. The stories of Meden and ...

. Deus é Pai [poema] - Padr...

. Sonho

.arquivos

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Maio 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds